Não Te Vi




Você bateu na minha porta,
Mas meu orgulho não te deixou entrar;
Tentei, mas não consegui
Nada, além de chorar;
Lembro-me como se fosse hoje
O seu perfume estava lá
Invadiu-me a alma;
Junto com meu arrependimento
A cada lágrima derramada.

E agora percebo o erro que cometi
Quando abri a porta e não te vi;
Não mas te vi.

Fui tão covarde a ponto de não correr,
Não correr atrás de você;
Sabia que se não fosse iria me arrepender,
Mas preferi correr o risco;
E o risco foi te perder!

Porque você se foi,
Mas permaneceu em mim;
E agora percebo o erro que cometi

E quando saio de casa vejo você,
Mesmo que por um instante,
Mas já e o bastante
Para me arrepender;
Viver com fantasmas é o que tenho feito;
Mas não posso voltar atrás;
Não mas!

E agora percebo o erro que cometi
Porque você se foi,
Mas permaneceu em mim!
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©